26.10.09

Fluxo Contínuo (Even Flow)


Congelando... Descansa sua cabeça num travesseiro feito de concreto
De novo
Sentindo... Talvez ele verá melhor um dia desses
Entregue....faces que ele vê novamente não são tão familiares
Sorriso escuro... ele não pode ajudar quando ele está feliz pareceinsano
Fluxo constante
Pensamentos chegam como borboletas
Ele não sabe, então eles o perseguem para longe
Algum dia ainda, ele começará sua vida novamente
Vida novamente....vida novamenteAjoelhando...
Olha para o papel percebe que não sabe ler
Rezando... para alguma coisa que nunca lhe mostrou nada
Sentindo... entende o tempo do inverno do seu jeito
Tetos... poucos e remotos entre todos os salões legais da vergonha
Fluxo constante, pensamentos chegam como borboletas
Ele não sabe, então eles o perseguem de longealgum dia ainda, ele começará sua vida novamente
Mãos sussurrando o conduzem suavemente para longe...
Ele longe.....ele longe....foda-se tudo isso
Fluxo Constante, pensamentos chegam como borboletas.
Ele não sabe, então eles o perseguem de longe algum dia ainda, ele começará sua vida novamente.
Mãos sussurrando o conduzem suavemente para longe...Ele longe... ele longe...
Pearl Jam
(lápis, caneta, giz e aquarela)
Postar um comentário