17.12.08

Sonho, queda...grades realidade


Me deito, começo a cair,
...o real é uma coicidência,
Te vi olhando pela janela e me vi caindo atravéz das suas palavras e ofensas...
não me importo com críticas destrutivas, e é assim por enquanto...
Vou criando formas de sobrevivencia pra chegar intacto no objetivo-chão ...
Mas
Não chega... logo acordarei.. e a cada instante monto grades de sustentação
Não duram muito, elas inclinam escorregam e volto a cair...
Onde eu posso corrigir fases de melancolia e dor?...
Onde e como eu deveria administrar alegrias e momentos de paz?
Será que mostro o novo prazer à você? Ou escondo e procuro algo mais valioso?
Bem, já sei vou seguindo sem medo... as grades ajudam... elas me acompanharão pra sempre.
(photoshop)
Postar um comentário